o legado de Pierluigi Piazzi

Se você não conhece Pierluigi Piazzi, saiba que ele deixou um ótimo legado para o Brasil e é pouquíssimo divulgado.

Hoje faz um ano que ele faleceu. =(

Pierluigi Piazzi

Pierluigi Piazzi

Sabemos que o mundo já teve pessoas inteligentíssimas, mas pouquíssimas conseguiam repassar aquilo que aprenderam.

O Professor Piazzi tinha um QI de 184 (sim, o cara era um gênio) e uma didática excelente, pois foi radialista da Jovem Pan e professor do cursinho Anglo Vestibulares.

Pelo seu intelecto era membro da Mensa Brasil, uma entidade mundial que reúne as pessoas de QI elevado, que depois publicou uma homenagem póstuma.

Muito famoso nos anos 80/90 com os livros e video-aulas de MSX (linha de computador pessoal de 8 bits) , algo que se destacava além de sua inteligência tecnológica, era a capacidade de traduzir toda a complexidade para um leigo entender perfeitamente. E o português nem era o seu idioma nativo, ele era nascido em Bologna, na Itália e veio aos 13 anos para o Brasil.

Texto retirado do livro Aprofundando-se no MSX (1987), que explica e exemplifica o conceito das máquinas Von Neumann.

Para entendermos o que é uma máquina de Von Neumann vamos pensar num exemplo teórico.

Imagine o leitor que haja necessidade de se escavar uma enorme montanha de minério! A tarefa será dividida entre dois engenheiros dispondo de verbas ilimitadas, que vão atacar a tarefa de lados opostos.

maquinas-von-neumann

De um lado temos o engenheiro tecnocrata que vai, em primeiro lugar, fazer um estágio nos Estados Unidos para ver como se desmontam montanhas e que equipamentos importar.

Obviamente será fundada a Montanhabrás, serão definidos organogramas, fluxogramas e outros gramas. Será montada uma fábrica de tratores, com uma produção de centenas por mês e os trabalhos de terraplanagem serão inciados a todo vapor, para cavar o lado tecnocrata da montanha.

Do outro lado temos o engenheiro criativo que, além de estudar terraplanagem se diverte com cibernética.

Ele projeta e fabrica um único trator, desengonçado, lento mas que usa a matéria escavada da montanha para construir outro trator, idêntico ao original. Esta é uma máquina de Von Neumann.

É claro que, no lado de cá da montanha, os trabalhos começarão num ritmo muito mais lento que do lado tecnocrata.

Para um observador desprevenido, olhando apenas o processo inicial, o lado cibernético perderá a corrida!

Existirá um dia, porém, em que a progressão geométrica das máquinas de Von Neumann, equilibrará a progressão aritmética dos tratores tecnocratas. A partir deste momento, o atraso será eliminado a passos gigantescos e a quase totalidade da montanha será engolida pelas máquinas de Von Neumann.

Como o leitor já deve ter percebido, os seres vivos, incluindo o próprio Homem, são um caso particular de máquinas de Von Neumann (o monolito de 2001 é outro tipo, mas isso já é outra conversa).

Agora surge a pergunta: se a nossa equipe usasse todo o “know-how” que tem para produzir software para MSX, o usuário de nossos produtos seria um simples consumidor.

Usando o mesmo “know-how” para escrever um livro, onde são explicados os truques de funcionamento e programação, o usuário torna-se um produtor, alguém capaz de levar adiante o conhecimento que lhe foi transmitido.

Esta é uma verdadeira forma de se informatizar uma sociedade, eliminando o nosso atraso tecnológico: transformar o consumidor em produtor. A progressão geométrica assim formada é irreversível, é uma verdadeira bola de neve de crescimento exponencial.

Há mais programadores autodidatas no Brasil (que aprenderam com livros em cima de modestos computadores domésticos) do que os pomposamente formados por todas as escolas de processamento de dados no país!

Nossa equipe poderia receber a remuneração de seu trabalho tanto produzindo software, quanto produzindo livros.

Preferimos o segundo caminho: criar máquinas de Von Neumann é muito mais gratificante e, no fundo, muito mais útil para o Brasil.

A competente equipe do RetroComputaria fez uma bela homenagem em dois podcasts, além de outros detalhes da era MSX e sua fabulosa contribuição para a comunidade.

Ele deu teve milhares de alunos em sua carreia, suas aulas eram famosas.

Depois de toda essa apresentação, vou listar aqui o legado que ele nos deixou:

  1. encontre o prazer da leitura e leia! – comece a ler alguma coisa… não gostou ? Pegue um livro de outro assunto. Alguma hora você acerta e tomará gosto pela leitura. Seja nas horas vagas ou dentro do banheiro, mas sempre que puder, leia. Nunca obrigue alguém a ler, faça o contrário, incentive à busca pelo prazer da leitura.
  2. para exigir que o companheiro(a)/filho(a) leia, faça a sua parte – para que o seu filho tenha o hábito de ler, será mais fácil se ele ver que você faz a mesma coisa, você é a referência dele, portanto imitar ao pai/mãe é mais fácil.
  3. matéria dada é matéria estudada, hoje – para fixar algo na cabeça essa é a melhor fórmula, onde você aprende, e não simplesmente decora para passar na prova. E o hoje na frase é importantíssimo, pois se deixar para o outro dia será tarde demais. Reserve meia hora apenas.

Vou listar aqui alguns vídeos que você deve assistir, seja lá qual for sua área de atuação:

Ensinando inteligência

Como Aumentar a Inteligência – Dicas Para Estudar Com Eficiência

Existem livros dele também, eu li esse e gostei bastante:

Aprendendo Inteligência - kindle

Fernando Boaglio, para a comunidade =)

Categories: Arquitetura, Engenharia de Software Tags:
83 Flares Twitter 0 Facebook 83 Filament.io 83 Flares ×