o primeiro projeto de TI a gente nunca esquece

Algumas pessoas começaram a postar sobre o seu primeiro projeto de TI, coisas da época e desafios, gostei da ideia.

Vou compartilhar o meu… projeto de TCC ou estágio não conta, vou falar do primeiro projeto sério mesmo, onde a empresa ganhou alguma coisa com ele.

Vamos lá… ano 1997, isso é o que tocava nas rádios, dê um play para entrar no clima:

Nos cinemas era época de MIB e Titanic.

filmes97

Hoje temos celulares e tablets comuns mais poderosos do que qualquer micro daquela época.

Na TV eram vendidos os caríssimos IBM Aptiva, configuração Pentium com 16Mb de memória (hoje um vídeo no Youtube tem mais que isso).

Na empresa não tínhamos os tops de linha, trabalhávamos com 486 na maioria e o famoso (e barato) 486 DLC, que nada mais era do que um 386 acelerado.

Cyrix 486DLC-40 - haut

Nesse cenário tínhamos um servidor Sun Sparcstation 5 com Solaris 2.3 e o Oracle 7.2 instalado nele.

sun.sparcstation5.5

A ideia do projeto

Algo fora do comum desse projeto foi que a ideia veio de alguém não técnico e de outra empresa… ele trabalhava na Borghoff, um distribuidor de peças de automóveis e gostaria que seus clientes que começavam a entrar na Internet pudessem acessar um catálogo de peças para buscar informações.

Percebam que nem se falava na opção de compra ainda, era apenas em buscar informação mesmo.

Em 1997 ? PQP! Certamente foi algo visionário para a época.

O meu antigo chefe gostou da ideia e investiu sua equipe (um colega e eu) para essa jornada dessa tal de Internet (o meu site no Geocities vai ter que esperar).

Ficamos com a tarefa de fazer um protótipo funcional e depois ajudar na divulgação e venda.

O nome

Na época parecia ser algo futurista, então a chefia decidiu batizar como projeto Ciborgh.

t2

O desenvolvimento

O sistema em si era simples, a modelagem fizemos com o Oracle Designer/2000 e geramos as tabelas:

designer2000

A carga de dados foi feita na mão mesmo, já que no início não era para ter o catálogo inteiro, mas apenas algumas partes para exemplo.

Com o back-end pronto, precisávamos fazer o front-end… PHP ? CGI ? Nada disso… fizemos com a primeira gambiarra da Oracle para web: o Oracle PL/SQL Web Toolkit: um bando de procedures/packages que retornam tipo texto (varchar2), que é transformado em HTML, e quem faz essa mágica é um módulo do Apache, o mod_owa.

plsql-wtk

Para ajustar o PL/SQL poderia ter usado o bloco de notas, mas preferimos usar o Oracle Procedure Builder.

proc-builder

A implantação

O sistema todo estava dentro da máquina do Solaris, pois lá ele continha o Oracle com as nossas tabelas e packages, e junto com o Apache com mod_owa rodando na porta 9999.

Na época fizemos uma parceria com a Telnet Telecomunicações para usar a infra deles, nós apenas levamos a máquina Sun lá e espetamos na rede.

A divulgação

Conseguimos exibir o case em uma palestra Aplicação para Internet/Intranet com Designer/2000, Developer/2000 e Web Server da Oracle – Caso Real no evento Oracle Open World’97 no Centro de Convenções Rebouças no dia 26 de junho.

O site ficou no ar para demonstração no endereço http://www.ciborgh.com.br:9999 .

Tentativas de venda

Dos vários clientes que fomos, acho que o maior deles ficava em Campinas, que era a fábrica da Bosch.

Lembro que reunimos vários engravatados e mostramos todo o sistema e suas vantagens.

O chefe de todos os engravatados era um alemão meio arrogante que olhou com uma cara de desconfiado e perguntou para a gente:

Mas eu já mando um catálogo em papel para cada distribuidora, quem é que vai perder tempo e usar a Internet ?

No final o projeto Ciborgh não foi para a frente e acabou morrendo, acho que sofreu o mesmo problema do OS/2 da IBM, era muito avançado para a época.

Apesar de tudo fiquei feliz em participar de algo inovador tão cedo na minha carreira.

Fernando Boaglio, para a comunidade

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×