Scrum Solo 2 – o fracasso

  • 7

Scrum Solo 2 – o fracasso

Share this...
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone
1 Flares Twitter 0 Facebook 1 Filament.io 1 Flares ×

Já faz um tempo que deixei de aplicar o Scrum solo no ambiente de trabalho, pois felizmente na empresa que atualmente presto serviço usa Scrum , mas antes de mudar para cá tive uma segunda experiência que decidi compartilhar.

Aposto que muitos de vocês voltaram aqui depois da minha primeira gloriosa tentativa de Scrum Solo e querem saber o que deu errado.

Bom, não foi um fracasso completo, mas foi muito diferente do que eu esperava.

Ao contrário da tentativa passada, essa era uma alteração na aplicação mais complexa e era possível dividi-la em duas versões que o usuário poderia usar, daí eu resolvi dividir em dois Sprints de duas semanas.

Nesse primeiro quadro tudo bem, parece bem, sobre controle, as histórias divididas em pequenas tarefas nos post-its, distribuídas de acordo com sua situação: pendente, em andamento e feito.

Aqui estamos teoricamente no final no primeiro Sprint, mas observe o quadro atentamente, de cara notamos duas coisas :

  1. existe um item em andamento ainda!
  2. o gráfico de convergência mostra uma coisa terrível: a coisa não anda há vários dias!!

Com essa situação eu fui obrigado a adiar o início do segundo Sprint para terminar o item pendente, o que deixou a coisa bem desproporcional e atrapalhou a conclusão da alteração.

No final das contas, vejam como ficou estranho, o segundo Sprint ficou muito menor que o primeiro e notem ainda que o gráfico de convergência mostra que apesar do projeto ter sido entregue, ele sofreu um atraso.

O que aconteceu?

Usamos uma metodologia ágil e o projeto atrasou?

Quem é o vilão da história?

Obviamente que ninguém menos que eu mesmo! O grande erro foi não dividir as tarefas adequadamente, o que fez com que uma tarefa no meio do caminho fosse tão grande que atrapalhou os dois Sprints.

Bom, o erro é somente completo se você não aprende nada com ele, portanto as lições aprendidas foram:

  • pense muito bem em cada detalhe de história e divida bastante as tarefas para não ter surpresas no futuro
  • não deixe acumular as pendências como eu fiz, o certo é terminar o Sprint conforme planejado, dividindo aquela tarefa pendente em outras menores e decidir o que vai entrar nessa iteração e o que fica para a próxima

Fernando Boaglio, para a comunidade. =)

Share this...
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone

About Author

Fernando Boaglio

???

Quero saber mais sobre…

Inscreva-se para receber as novidades!

Arquivos

1 Flares Twitter 0 Facebook 1 Filament.io 1 Flares ×